Papa expressa solidariedade à Igreja no Rio de Janeiro

Violência
no contexto do confronto entre policiais e grupos de traficantes nas favelas

 ROMA,
segunda-feira, 29 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – Bento XVI expressou sua solidariedade à Igreja
e à população do Rio de Janeiro, diante do quadro de violência que assolou a
cidade nos últimos dias, quando forças policiais e do exército enfrentaram
grupos de traficantes em comunidades pobres.

Segundo
informa a arquidiocese do Rio, na manhã desse domingo, o arcebispo Dom Orani
João Tempesta recebeu um fax do núncio apostólico, Dom Lourenzo Baldisseri,
transmitindo a solidariedade do Papa.

O Santo
Padre afirma que segue “com profunda mágoa os graves enfrentamentos e as
violências destes dias no Rio de Janeiro, particularmente na comunidade ‘Vila
Cruzeiro'”. 

O Papa
assegura “a sua oração pelos mortos, como também pelas suas famílias, e pede
aos responsáveis que ponham fim às desordens, enquanto os encoraja restabelecerem
o respeito da Lei e do Bem Comum”.

O arcebispo
do Rio de Janeiro afirmou a Radio Vaticano nesta segunda-feira que a
cidade acolheu com agradecimento às palavras de apoio do Papa.

Segundo Dom
Orani, agora que as forças de segurança ocuparam duas áreas difíceis e que
antes eram dominadas pelo narcotráfico – Vila Cruzeiro e Complexo do Alemão – a
situação é mais tranquila.

O arcebispo
afirmou que Igreja está próxima das pessoas que sofrem pela violência nessas
regiões pobres. “Há padres e comunidades da Igreja que trabalham sempre pela
evangelização. A Igreja é muito presente e próxima do povo”, disse.

Nesses dias
de violência no Rio, em que a polícia e o exército avançam sobre territórios
dominados por grupos de traficantes, ao menos 40 pessoas morreram nos
confrontos, e 181 veículos foram queimados.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.