Papa é novamente escolhido uma das pessoas mais influentes do mundo

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 25-08-2011, Gaudium Press) O Papa Bento XVI foi de novo classificado pela revista estadunidense Forbes como uma das pessoas mais influentes do mundo. A “World’s Most Powerful Poeple”, lista onde estão presentes políticos, homens de negócios, líderes espirituais, assim como líderes da mídia, foi iniciada em 2009 e elege um personagem para cada 100 milhões de pessoas. Conforme este método, em 2009, foram escolhidas 67 personagens e, em 2010, 68.

O Santo Padre esteve presente na lista desde a sua elaboração. Da primeira vez, o pontífice foi escolhido a 11ª pessoa mais influente do mundo. Ano passado ficou em quinto lugar, assim como em 2011. Na frente do Papa este ano autoridades políticas como o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel.

No perfil apresentado na lista, a Forbes descreve Bento XVI como um “forte tradicionalista”, que é a “mais alta autoridade terrena para 1,1 bilhão de almas”. Também é lembrado pela sua oposição ao secularismo, ao consumismo e relativismo moral, assim como pela sua posição contrário rígida em relação ao controle de natalidade; ao casamento entre pessoas do mesmo sexo; e a ordenação sacerdotal para mulheres.

Além disso, a Forbes recorda que Bento XVI foi o primeiro pontífice a ter visitado a Abadia de Westminster depois da Reforma Protestante do século XVI.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.