Papa Bento XVI x São Pedro

Hoje a Igreja celebra a festa dos mártires São Pedro e São Paulo. Sendo assim, achamos interessante enfatizar um artigo publicado pela  Gaudium Press no dia 28.06.12, no qual recorda as Palavras do Santo Padre Bento XVI em relação a São Pedro, aquele a quem sucede.

No dia 24 de maio de 2006, o Papa expõe em sua catequese:

“Pedro, assim como os outros apóstolos, teve que percorrer um caminho lento, não isento de dificuldades, para seguir o Mestre.

Com sua resposta de Fé superou a prova de que a pregação de Cristo sobre a Eucaristia significa para muitos dos discípulos.

Sem dúvida era uma fé inicial, que chegaria a sua plenitude no momento da Páscoa. No entanto, o caminho da fé é cheio de sofrimentos e de amor, de provas e de fidelidades.

Inclusive, Pedro chegou a conhecer a amargura e a humilhação da negação, chegando à conversão através do arrependimento.

Junto ao lago de Tiberíades Pedro descobre como Cristo ressuscitado se adapta a sua pobre capacidade de amar e como poderá sempre contar com sua presença.

Disto nasce a esperança e a confiança que lhe permitirão segui-Lo até o final de sua vida, que será selada com o martírio.

E assim, ele será capaz de descrever a verdadeira alegria e indicar a fonte onde consegui-la, que é Cristo, acreditado e amado.”

(Audiência geral, 24 de maio de 2006)

Leia a notícia na íntegra: Pensamento de Bento XVI sobre São Pedro

Fonte: Gaudium Press

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.