Os cristãos devem ser artífices de paz e apóstolos valentes, afirmou o Papa

02:41 pm | VATICANO, 2011-03-23 (ACI) .- Na catequese da Audiência Geral de hoje, o Papa Bento XVI falou sobre São Lourenço de Brindes, Doutor da Igreja, quem com seu exemplo mostra que os cristãos devem ser artífices de paz e apóstolos bem preparados e valentes que façam brilhar o Evangelho frente ao relativismo ético e à indiferença religiosa do mundo.

Giulio Cesare Rossi -o nome no século de São Lourenço- nasceu em 1559. Aos sete anos perdeu o seu pai e sua mãe e foi confiado aos cuidados dos frades conventuais. Anos depois entra na Ordem dos Capuchinhos e é ordenado sacerdote em 1582.

Adquiriu um grande conhecimento das línguas antigas e modernas, graças ao qual “desenvolveu um intenso apostolado entre diversos tipos de pessoas”, explicou o Papa. Foi além disso um pregador eficaz e conhecia muito bem não só a Bíblia, mas a literatura rabínica, “até o ponto de que os mesmos rabinos lhe demonstravam estima e respeito”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.