O Papa recorda que o Advento é tempo de profunda conversão

Vaticano, 04 Dez. 11 / 02:13 pm (ACI) Ao presidir a oração do Ângelus neste segundo domingo de Advento, o Papa Bento XVI recordou que este tempo de preparação para o Natal, deve ser um período de intensa conversão ao Senhor.

Ao dirigir-se aos milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, o Santo Padre explicou que no Advento “é importante que entremos em nós mesmo e façamos uma verificação sincera da nossa vida”.

“Deixemo-nos iluminar por um raio da luz que provém de Belém, a luz daquele que é o maior e se fez pequeno, o mais forte e se fez fraco”, exortou.

Seguidamente propôs imitar a sobriedade de São João Batista e indicou que seu estilo de vida “deveria chamar todos os cristãos a escolher a sobriedade como estilo de vida, especialmente em preparação à festa do Natal, na qual, o Senhor, como diria São Paulo, “de rico que era, se fez pobre por vós, porque vós vos tornastes ricos por meio da sua pobreza”.

“O apelo de João vai além e com profundidade em relação à sobriedade do estilo de vida: chama a uma mudança interior, a partir do reconhecimento e da confissão do próprio pecado”.

O Santo Padre recordou que o batismo de João “está ligado a um ardente convite a um novo modo de pensar e de agir, está ligado sobretudo ao anúncio do juízo de Deus e do iminente aparecimento do Messias, definido como “aquele que é mais forte que eu” e que batizará no Espírito Santo. “.

Do mesmo modo, exortou a seguir o exemplo da Virgem Maria e confiou à sua intercessão o caminho e o encontro para “o Senhor que vem”.

“No deserto, preparais o caminho do Senhor, aplainais entre os ramos, a estrada ao nosso Deus”, exclamou.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.