O Papa escolhe pela primeira vez a uma mulher para meditações da Via Sacra

Vaticano, 25 Mar. 11 / 03:42 pm (ACI/Europa Press) O Escritório de Imprensa da Santa Sé anunciou hoje que o Papa Bento XVI escolheu a Presidenta da Federação de Freiras Agostinianas, a Madre Maria Rita Piccione, como encarregada de escrever as meditações da Via Sacra no Coliseu na sexta-feira Santa, é a primeira vez que esta missão é confiada a uma mulher nestes quase seis anos de pontificado.

O Via Crucis é celebrado anualmente no monumento romano do Coliseu na noite da Sexta-feira Santa e está sempre presidida pelo Pontífice. O ano passado, o Papa escolheu o Vigário Emérito da diocese de Roma, o Cardeal Camillo Ruini, enquanto que em 2008 escolheu o Arcebispo de Guwahati, Índia, Dom Thomas Menamparampil.

Na última Semana Santa celebrada por João Paulo II, no ano 2005, o encarregado de escrever as meditações foi o próprio Joseph Ratzinger, que seria elevado ao Pontificado como Bento XVI poucas semanas depois do falecimento do Papa peregrino.

Por outra parte, as imagens que acompanharão este ano as diferentes estações no livro da celebração e na transmissão televisiva serão também desenhadas por uma mulher, uma religiosa da Ordem agostiniana, Irmã Elena Magnanelli, que reside em um Monastério de Sena, na Itália.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.