O Marcionismo

Marcião nasceu em Sínope,
Mar Negro. Cedo se mudou para Roma, onde desenvolveu uma grande atividade como
membro da Igreja local e como impulsor de uma seita, conhecida mais tarde com o
nome de marcionismo. Sua doutrina se resume em três pontos: a) o cristianismo é
o Evangelho do amor, não da lei. Em consequência rejeitou o Antigo Testamento
como contrário ao Evangelho de Jesus; b) do Novo Testamento apenas aceita dez
cartas de S. Paulo e uma versão revista do Evangelho de S. Lucas; c) concebe
Cristo como um demiurgo cujo corpo era aparente (docetismo) bem como sua
crucificação.

O marcionismo aparece
misturado com todas as heresias e seitas dos primeiros séculos, especialmente
com o gnosticismo e maniqueísmo.

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.