O maior tesouro

solidarioVocê é uma pessoa humilde?

Relembrando o que disse um Provérbio bíblico (Pr 3,34), São Pedro disse: “Revesti-vos de humildade, porque Deus resiste ao soberbo, mas dá a sua graça ao humilde. Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus para que Ele vos exalte no tempo oportuno”. Deus cuida do humilde, por isso São Pedro acrescenta: “Lançai sobre Ele todas as vossas preocupações, porque Ele tem cuidado de vós” (1 Pe 5,5-6).

Você já deve ter ouvido muitas vezes a palavra humildade.

Mas nem todas as pessoas conseguem entender o seu verdadeiro significado. A palavra humildade vem de “húmus”, do latim, quer dizer terra fértil, rica em nutrientes e preparada para receber a semente.conquista

Assim, uma pessoa humilde é como a terra fértil, escondida, mas está sempre disposta a aprender e deixar brotar no solo fértil da sua alma a boa semente.

A verdadeira humildade é firme, segura, sóbria, e jamais compartilha com a hipocrisia ou com a pieguice. Não gosta de elogios, não procura aparecer e detesta se destacar. A humildade é a mais nobre de todas as virtudes pois somente ela predispõe o seu portador, à sabedoria real.

O contrário de humildade é orgulho, porque o orgulhoso nega tudo o que a humildade defende. O orgulhoso é soberbo, julga-se superior e esconde-se por trás da falsa humildade ou da tola vaidade. Quando,
por exemplo, uma pessoa humilde comete um erro, diz: “eu me equivoquei”, pois sua intenção é de aprender, de crescer. Mas quando uma pessoa orgulhosa comete um erro, diz: “não foi minha culpa”, porque se acha acima de qualquer suspeita.

A pessoa humilde trabalha mais que a orgulhosa e por essa razão tem mais tempo. Uma pessoa orgulhosa está sempre “muito ocupada” para fazer o que é necessário. A pessoa humilde enfrenta qualquer dificuldade e sempre vence os problemas. A pessoa orgulhosa dá desculpas, mas não dá conta das suas obrigações e pendências. Uma pessoa humilde se compromete e realiza. Uma pessoa orgulhosa se acha perfeita. A pessoa humilde diz: “eu sou bom, porém não tão bom como eu gostaria de ser”. A pessoa humilde respeita aqueles que lhe são superiores e trata de aprender algo com todos; é, como disse Jesus, “pobre de espírito”.

Leia também: A Prática da Humildade

Oração da humildade, de Santa Teresinha do Menino Jesus

A orgulhosa resiste àqueles que lhe são superiores e trata de pôr lhes defeitos. O humilde sempre faz algo mais, além da sua obrigação. O orgulhoso não colabora, e sempre diz: “eu faço o meu trabalho”. Uma pessoa humilde diz: “deve haver uma maneira melhor para fazer isto, e eu vou descobrir”. A pessoa orgulhosa afirma: “sempre fiz assim e não vou mudar meu estilo”.apraticadahumildade

Ouça também: A humildade e a soberba

Por que devemos ser humildes?

A pessoa humilde compartilha suas experiências com colegas e amigos, o orgulhoso as guarda para si mesmo, porque teme a concorrência.

A pessoa orgulhosa não aceita críticas, a humilde está sempre disposta a ouvir todas as opiniões e a reter as melhores. Quem é humilde cresce sempre, quem é orgulhoso fica estagnado, iludido na falsa posição de superioridade.

O orgulhoso se diz céptico, por achar que não pode haver nada no universo que ele desconheça, o humilde reverencia ao Criador, todos os dias, porque sabe que há muitas verdades que ainda desconhece. Uma pessoa humilde defende as ideias que julga nobres, sem se importar de quem elas venham. A pessoa orgulhosa defende sempre suas ideias, não porque acredite nelas, mas porque são suas.

O cristão humilde ensina o que manda a Igreja, o orgulhoso prefere ensinar a “sua” doutrina e não a do Magistério sagrado.

Enfim, o orgulho é obstáculo que impede a evolução das criaturas, a humildade é chave que abre as portas da perfeição.

Você sabe por que o mar é tão grande? Tão imenso? Tão poderoso? É porque foi humilde o bastante para cospecadosevirtudesolocar-se alguns centímetros abaixo de todos os rios. Sabendo receber, tornou-se grande. Se quisesse ser o primeiro, se quisesse ficar acima de todos os rios, não seria mar, seria uma ilha. E certamente estaria isolado.

E nós? Será que temos procurado cultivar essa virtude?

Peçamos a Deus a graça de vivermos sempre uma verdadeira humildade!

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.