O anúncio do Evangelho deve acompanhar testemunho coerente

O presidente  de Assuntos Econômicos da Santa Sé, Giuseppe Versaldi, no sínodo dos Bispos expressou por escrito a mensagem aos participantes
lembrando o ensimanento de Cristo Jesus no anúncio do Evangelho, lembrando que este deve sempre acompanhado pela credibilidade de quem o anuncia, praticando a mensagem que proclama.

Vale lembrar o modo em que a Igreja utiliza os bens terrenos para exercício de sua missão espiritual, e nos indica três importantes observações, a seguir:

1. Dificuldade entre o justo equilibrio e as exigências prioritárias com fins espirituais e as técnicas com que são utilizadas pelas administrações eclesiásticas; sendo possíveis erros de quem administra, valendo a suposição
da reta intenção e honestidade

2. Valer diante de possíves erros administrativos o rémedio da correção fraterna. Deve anteceder antes da denúncia ao órgão responsável, possibilitar o contato pessoal para revisão e reparação

3. Comunicar positivamente ao mundo os bens de posse em poder da Igreja e seu uso em favor da evangelização e da promoção humana em todo o mundo. Ressaltando o o testemunho do amor e da caridade sem visar
o exibicionismo.

Fonte: O anúncio do Evangelho deve ser acompanhado pela credibilidade de quem o anuncia

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.