No Dia dos Namorados, padre dá este conselho aos solteiros

Segundo o ACI, nesta terça-feira, 12 de junho, quando é comemorado no Brasil o Dia dos Namorados, muitos casais publicam declarações e fotos em suas redes sociais; aproveitando a data, Pe. José Eduardo também decidiu fazer uma postagem, mas para os solteiros.

O sacerdote da Diocese de Osasco (SP), conhecido também pelo seu ativo apostolado através das redes sociais, deixou um conselho aos solteiros, para que não se deixem levar pela pressão gerada por uma data como esta ou pelas cobranças da sociedade, mas sim deixar Deus conduzir suas viras.

“A cobrança em cima dos solteiros é grande – indicou Pe. José Eduardo –, sobretudo num dia como hoje. Parece até que você tem a obrigação de estar com alguém, como se isso fosse por si mesmo sinal de sabedoria e felicidade…”.

O sacerdote recordou, porém, que “ninguém teve mais amores neste mundo que Salomão, o qual escreveu: ‘guarda teu coração acima de todas as outras coisas, porque dele brotam todas as fontes da vida’ (Pr 4,23)”.

Neste sentido, aconselhou: “Viva o seu tempo de solteiro como um momento de plenitude e realização, servindo a Deus e preservando-se de tudo que for nocivo para a sua alma”.

Reforçou ainda que “ninguém casa para ser feliz às custas do outro, mas para fazer o outro feliz às suas custas”.

“Você não precisa de ninguém para lhe completar, mas de alguém que seja sua companhia, um amor para a vida inteira. A ansiedade de encontrar alguém só para não estar sozinho lhe coloca apenas no caminho da defraudação emocional, da qual todo mundo sai com o coração decepado”, sublinhou.

Pe. José Eduardo ressaltou que ninguém pode se culpar “por estar sozinho, até porque você não está só: Deus está ao seu lado, escrevendo-lhe uma história maravilhosa”. Por isso, recomendou: “não o atrapalhe, colocando em sua vida pessoas ingratas, que pisarão em seus sentimentos”.

“E lembre-se: muitas fotos felizes escondem apenas corações doloridos! Que a sua felicidade seja verdadeira e sólida, construída ao longo de anos de paciência e abnegação, não apenas a ostentação vazia de uma alegria fugaz, que serve apenas para o mundo ver”, concluiu, acrescentando a hashtag #FicaADica.

Em diversas partes do mundo, como nos Estados Unidos e na Europa, o Dia dos Namorados é celebrado em 14 de fevereiro, quando se comemora o São Valentim (por isso, é chamado Valentine’s Day), padroeiro dos namorados.

No Brasil, porém, a data de 12 de junho foi instituída por questões comerciais em 1948, quando uma loja queria melhorar o resultado de suas vendas no mês de junho, quando eram fracas.

Por isso, contratou uma agência de publicidade que, baseada nos bons resultados econômicos do Dia das Mães, em maio, instituiu o Dia dos Namorados para o mês de junho.

Já a escolha do dia 12 de junho foi feita por se tratar da véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho), conhecido como o santo casamenteiro.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/no-dia-dos-namorados-padre-da-este-conselho-aos-solteiros-29648

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.