Nasce rádio oficial da Jornada Mundial da Juventude

Apelo a jovens e famílias de Madri para colaborar no evento

MADRI, quarta-feira, 11 de maio de 2011 (ZENIT.org) – Pouco mais de 90 dias antes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o diretor-executivo, Yago de la Cierva, fez ontem um balanço dos preparativos para o grande encontro de 2011. Pela primeira vez, haverá uma rádio oficial da JMJ com Bento XVI em agosto, em Madri.

Segundo o diretor executivo da Jornada Mundial da Juventude, as prioridades da organização, atualmente, são muito diferentes. Ele pediu aos jovens que, quem for se escrever, faça-o o mais cedo possível, a fim de que se possa atender melhor e programar a rede de serviços necessários para acomodar tantas pessoas que participarão do evento. Voluntários também são necessários, especialmente de Madri, e que muitas famílias da cidade se disponibilizem para acolher em suas casas os jovens da JMJ.

Um projeto que merece ser destacado é o unomasuno.org. Trata-se de uma iniciativa que surgiu com o desejo de fazer uma proposta aos estudantes universitários. “Que mensagem podemos propor a partir da JMJ? A solidariedade”, explicou Fernando Sols, responsável pelos voluntários na área da comunicação.

“Em universidades de toda a Espanha, os voluntários da JMJ assumiram o slogan: ‘Faça um ato de solidariedade, um só dia’, e a resposta tem sido muito positiva”, acrescentou Sols. Segundo dados da organização, esta mensagem foi transmitida a 20 mil universitários, dos quais cerca de 5 mil já participaram de atividades solidárias com ONGs espanholas.

“Rádio JMJ” e “Madrid 11 TV”

Os peregrinos que chegarem a Madri poderão ser informados, em diversas línguas, através da “Rádio JMJ” (radio.madrid11.com), um projeto em parceria com a “Radio María” e a “Radio Universidad de Navarra”.

“Pela primeira vez, temos uma estação de rádio oficial da JMJ. A emissora é concebida como um serviço aos peregrinos, como o meio mais simples e econômico para orientar todos com informações úteis e poder acompanhar as atividades”, explicou Esteban Munilla, diretor da “Radio María”.

Os princípios que regem a “Rádio JMJ” são: profissionalismo, espírito de serviço e espírito jovem, próprio da JMJ, disseram os organizadores.

A “Radio María” trabalha fornecendo suas instalações e suas frequências (96,9 FM e 90,7 FM). A Universidade de Navarra oferecerá profissionais e voluntários.

Além da rádio, haverá uma WebTV (tv.madrid11.com), especialmente concebida para que todos aqueles jovens que não puderam ir Madri possam acompanhar a JMJ detalhadamente.

“A emissão terá seis horas diárias de programação, a partir do dia 16 de agosto, incluindo os atos presididos pelo Papa e as principais catequeses e atividades culturais. Estes programas serão transmitidos novamente à noite, para audiências na Ásia e na América”, disse Loreto Corredoira, da “Madrid 11 TV”.

Para saber mais sobre projetos relacionados à JMJ:
www.oficinadeprensajmj2011.com

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.