Na Espanha: professora é obrigada a retirar a cruz do seu departamento de religião

GRANADA, 26
Jan. 11 / 02:52 pm (ACI).- A professora de religião de um colégio de Granada
(Espanha), Susana Fernández, foi obrigada por dois colegas de ciências sociais
a retirar a cruz e a imagem da Virgem da Cabeça do escritório que
compartilhavam por considerá-las ofensivas.

O fato ocorreu este mês no Instituto de Educação Secundária Al-Zujayr, em Zújar
(Granada), no departamento de religião, onde dois professores de ciências
sociais exigiram a Fernández que deixe suas crenças fora da escola. “Tiro
a Cruz, mas por causa da liberdade deles eu perco meus direitos”,
respondeu a professora.

O também professor de religião, Carlos Valle, disse à cadeia COPE que “o
agravante deste fato é que se trata do departamento de religião. Se não é
possível ter um crucifixo nem mesmo no departamento de religião, o que será o
seguinte a ser-nos proibido?”
A professora recebeu o apoio dos bispos da Andaluzia, dos
alunos e dos professores de religião da comarca de Baza, que consideram o
acontecido uma “injustiça”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.