Ministro da Saúde diz agora que crack é nova epidemia no país

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou, neste domingo (13), que a dependência do crack é uma nova epidemia no país.

Ao discursar para a juventude do PT –reunida em seu segundo encontro, em Brasília–, Padilha disse ainda que os usuários da droga não devem ser tratados como bandidos.

No discurso, Padilha disse que o país vive duas novas epidemias que atingem a juventude. Uma é de acidentes de trânsito. “Uma outra epidemia”, disse ele, “É a epidemia do crack.”

“Não podemos amenizar o tema. Quem já foi na cracolândia sabe que esse é um mercado novo de drogas, uma droga barata, desestruturadora de famílias, que interrompe projetos individuais”, acrescentou o ministro, que até o mês passado rechaçava a classificação do problema como epidêmico.

Ele pregou ainda a reorganização das políticas públicas –tanto de saúde como de educação e segurança– para tratamento de dependentes.

“Não podemos fazer uma abordagem moral desse tema”, afirmou ele.

Segundo ele, o SIS (Sistema Único de Saúde) e programas sociais devem ser estruturados para o combate ao crack.

“E sempre tratando o usuário como usuário, não como o bandido. Não como criminoso. Abrindo a porta para acolhê-lo. A juventude do PT precisa dizer que é contra as políticas de recolhimento compulsório que, às vezes, são feitas nas ruas do nosso país, por policiais, não por profissionais de saúde”, conclamou o ministro, alertando petistas para o risco de forças “conservadoras” assumirem essa bandeira.

Fonte:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1006119-ministro-da-saude-diz-agora-que-crack-e-nova-epidemia-no-pais.shtml

Catia Seabra
Brasília-DF

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.