Milagre Eucarístico de Santarém – Portugal

Milagre-SantaremEste milagre aconteceu no dia 16 de fevereiro de 1247, em Santarém, 65 km ao norte de Lisboa. Há historiadores que datam o milagre de 1266, como está na cópia de Dom Afonso IV, de 1346.

O milagre se deu com uma dona de casa, Euvira, casada com Pero Moniz, a qual sofrendo com a infidelidade do marido, decidiu consultar uma bruxa judia que morava perto da igreja da Graça. Esta bruxa prometeu-lhe resolver o problema se como pagamento recebesse uma Hóstia Consagrada.

Para obter a Hóstia, a mulher fingiu-se de doente e enganou o padre da igreja de Santo Estevão, que lhe deu a sagrada Comunhão num dia de semana. Assim que ela recebeu a Hóstia, sem o padre notar, colocou-a nas dobras do seu véu. De imediato a Hóstia começou a sangrar. Assustada, a mulher correu para casa na Rua das Esteiras, perto da Igreja e escondeu o véu e a Hóstia numa arca de cedro onde guardava os linhos lavados.

À noite o casal foi acordado com uma visão espetacular de Anjos em adoração à sagrada Hóstia sangrando. O casal, arrependido e convertido, de madrugada chamaram o pároco e, acompanhados de inúmeros clérigos e leigos levaram a Hóstia de volta para a Igreja de Santo Estevão,  onde continuou a sangrar durante três dias. Enfim, a Hóstia foi colocada em um relicário feito de ceras de abelhas derretida, e colocada num cálice até 1340, quando se afirma ter havido um outro milagre – foi descoberto que ficou encerrada numa âmbula de cristal. As manchas cristalizadas de Sangue, solidificaram na cera e constituíram as Relíquias do Preciosíssimo Sangue, como se pode ver ainda hoje, conservando-se. Próximo da Igreja está a Ermida (Casa do casal)

Várias investigações eclesiásticas foram feitas durante 750 anos. As realizadas em 1340 e 1612 provaram a sua autenticidade. Em 5 de abril de 1997, por decreto de Dom Antonio Francisco Marques, Bispo de Santarém, a Igreja de Santo Estevão, onde está a relíquia, foi elevada  a Santuário Eucarístico do Santíssimo Sangue.

Retirado do livro: “O segredo da Sagrada Eucaristia”

cpa_segredo_da_sagrada_eucaristia

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.