Mensagem do Cardeal Piacenza aos sacerdotes em virtude do Ano da Fé

O site Gaudium Press  divulgou nesta terça-feira, 16 de outubro de 2012, o conteúdo de uma mensagem do Prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Mauro Piacenza, dirigida aos sacerdotes, na qual exorta-os a lançarem ao mundo “um desafio de amor, verdade e paz”; promovendo o Catecismo da Igreja Católica e interpretando bem os textos do Concílio.

Durante o Ano da Fé, a Congregação para o Clero pretende oferecer mensalmente “algumas pautas de reflexão para a formação permanente, com o desejo de que, dando prioridade à fé e as consequências existenciais do encontro íntimo, pessoal e comunitário com o ressuscitado, se possa sustentar o perene redescobrimento do que somos como sacerdotes e por conseguinte o valor de nossas ações”.

Segundo o Cardeal a melhor maneira de levar a prática os ensinamentos conciliares “é fazer conhecer o Catecismo da Igreja Católica, instrumento seguro de referência doutrinal e moral”.

Ao concluir sua mensagem, o Cardeal Piacenza afirmou que o verdadeiro desafio que Nosso Senhor Jesus Cristo e a Igreja lançam ao mundo é “um desafio de amor, de verdade e de paz, de autêntica realização e de profunda e real humanização do mundo”.

Leia a notícia na íntegra: Cardeal Piacenza envia mensagem aos presbíteros pelo Ano da Fé

Fonte: Gaudium Press

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.