Médicos na Europa debaterão sobre o sentido da fragilidade humana

BRUXELAS, 20 Out. 11 / 05:50 pm (ACI) Um grupo de médicos representantes de toda a Europa participará na sexta-feira 21 de outubro no Seminário “Sentido ou sem-sentido da fragilidade humana na sociedade européia contemporânea” que será desenvolvido na sede do Parlamento Europeu em Bruxelas, Bélgica.

O evento conta com o auspício dos representantes do Parlamento Europeu no campo da medicina e com a colaboração, entre outros, dos diretores da Federação Européia das Associações Médicas Católicas (FEAMC).

Entre os temas a ser tratados estarão: “A fragilidade no centro da humanização”, “Cuidar da ‘fragilidade’ humana”, “Energias e Fragilidades em nossos problemas econômicos e ecológicos”, “A fragilidade no centro da economia contemporânea e da globalização”.

A apresentação da conversa assinala que um dos desafios que a Europa deve confrontar é o fato de ter uma população cada vez mais envelhecida com o conseguinte problema de financiamento que gera.

Esse e outros problemas na Europa, acrescentam, expõe assim “a pergunta decisiva do sentido ou sem-sentido da fragilidade humana na sociedade européia contemporânea. O que aqui está em jogo resulta crucial, por contraste com as ideologias anti-humanistas que marcaram, durante estes três últimos séculos, dramaticamente a história de nosso continente europeu”.

“A exigência de assumir jurídica e politicamente a vulnerabilidade humana, de forma não só negativa, requer, com efeito, que seja pense e traduzida de novo, de forma pragmática, em políticas realistas mas também inovadoras”, prosseguem.

O cuidado das pessoas frágeis, conclui a apresentação, “aparece como constitutiva dos processos de humanização, partindo da responsabilidade da relação parental, passando pela malha humana das relações profissionais e sociais, e até chegar ao acompanhamento das pessoas anciãs”.

Mais informação: http://www.meetings.be/colloquium/ 

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.