Manifestações do Brasil x Jornada Mundial da Juventude

DOm-Orani-TempestaO site ACI noticiou nesta quinta-feira (20/06/13) que Dom Orani Tempesta ao ser questionado sobre as manifestações que estão ocorrendo no Brasil, garantiu que esses atos não afetarão a JMJ no Rio de Janeiro, inclusive já conversou com autoridades da inteligência brasileira.

Em entrevista a Rádio Vaticano, Dom Orani reconheceu a legitimidade dos atos, que acontecem na maioria das capitais do país e explica que os exageros que causam violência são provocados por grupos minoritários, os quais a polícia militar já está tomando providências.

O Arcebispo declarou:
“São manifestos que fazem parte de um país democrático”.

“Isso não causa nenhuma preocupação no sentido da segurança das pessoas, porque essas manifestações acontecem em locais específicos da cidade, com o apoio da PM”.

Dom Orani Tempesta, também ressalta que a Jornada vem a ser uma boa oportunidade para que a juventude, não só do Brasil, mas de todos os lugares do mundo, possa manifestar o desejo de fazer a diferença e colaborar para que as coisas melhorem, conduzidas pelos valores cristãos.

“Uma juventude que tem valores; valores cristãos, que também quer mudar o mundo com um coração de justiça e de paz e que pode dar um olhar diferente para estas reivindicações aqui no Brasil, na sua maioria, com o desejo de buscar tempos melhores”, disse.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25592

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.