Mãe demitida por estar grávida defende valor da maternidade diante da ONU

Valência (Quinta-feira, 08-03-2012, Gaudium Press) Mãe espanhola que já foi despedida duas vezes por estar grávida, irá à Nova York neste domingo, 11, defender ante a ONU o valor da maternidade e a não-discriminação das grávidas.

Maria Carmem Mateu é mãe de quatro filhos, e presidente do Instituto de Política Familiar (IPF) da Comunidade Valenciana. No evento irá ser por mais uma vez palestrante ante a ONU, onde em 2010 interveio diante da Comissão Executiva da Mulher.

A mãe lamentou o fato de ser vinculado a saúde materna o direito ao aborto e ao planejamento familiar, “a maioria dos recursos destinados ao cumprimento deste objetivo se destinam para que as mulheres não tenham filhos” comentou.

Segundo ela, estes recursos deveriam ser destinados “a que as mulheres, em particular, e as famílias, em geral, possam ter o número de filhos que desejem mediante políticas de apoio à natalidade, e não de promoção do aborto”.

O Dia Internacional da Mulher comemorado hoje, 8, é na sua opinião, “um bom momento para ressaltar o indispensável papel das mulheres como mães, esposas, no lar, assim como trabalhadoras fora do lar”. Carmem Mateu acredita ser essencial reconhecer na mulher não apenas o trabalho remunerado, mas também o trabalho exercido pelas mulheres em seus lares, pois ambos os papéis são fundamentais.

Aberta aos planos de Deus
Ainda hoje ela recorda quando foi demitida de duas multinacionais por estar grávida e afirma que o fato ajudou-lhe a compreender o valor de ser mãe e o “quão importante é estar aberta aos planos de Deus”.

Ela reconhece que ambas as gravidezes não estavam em seus planos, mas hoje dá graças a Deus, porque compreende que estavam nos planos de Deus. (EPC)

Com informações da ACI Digital
Fonte: Gaudium Press

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.