“Mãe Clara” será beatificada em maio

Portuguesa
fundou Congregação das Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição

ROMA,
segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 (ZENIT.org) – A beatificação da irmã Maria Clara do Menino
Jesus (1843-1899) vai-se realizar no dia 21 de maio, no Estádio do Restelo, em
Lisboa.

Foi o que
anunciou nesta segunda-feira a Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras
da Imaculada Conceição (CONFHIC), fundada pela futura beata, segundo informa
Agência Ecclesia.

Por meio de
comunicado, a congregação afirma que espera “um significativo número de
participantes, não só de Portugal, como delegações dos 14 países” onde se
encontra esta realidade.

O processo
de beatificação alcançou seu ponto culminante no dia 10 de dezembro de 2010,
quando Bento XVI assinou o Decreto de aprovação do milagre atribuído à
intercessão da Irmã Maria Clara. Trata-se de um evento de cura de uma católica
espanhola, Georgina Troncoso Monteagudo, afetada por um grave problema de pele.

Libânia do
Carmo Galvão Meixa de Moura Telles e Albuquerque nasceu na Amadora, em Lisboa,
a 15 de junho de 1843. Recebeu o hábito de Capuchinha, em 1869, escolhendo o
nome de Irmã Maria Clara do Menino Jesus.

A futura
beata foi enviada a Calais (França), a 10 de fevereiro de 1870, para fazer o
noviciado, na intenção de fundar, depois, em Portugal, uma nova Congregação.

Abriu a
primeira comunidade da CONFHIC em S. Patrício – Lisboa, no dia 3 de maio de 1871 e,
cinco anos depois, a 27 de março de 1876, a Congregação foi aprovada pela Santa Sé.

A “Mãe
Clara”, como é popularmente conhecida, morreu em Lisboa, no dia 1 de dezembro
de 1899.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.