Logosofia

A Logosofia foi fundada por González Pecotche em 1930 na Argentina, donde se propagou para os restantes países da América Latina. Propõe um método de “reativação consciente do indivíduo”, tentando fazer que este se torne o senhor de seus pensamentos e sentimentos e viva em calma a sua plena auto-realização. É contrária à fé ou à crença, mas afirma a existência de Deus (confusamente apresentado). Em suma, é um sistema de técnicas psicológicas que visam à melhoria da pessoa por seus próprios esforços. O relacionamento com Deus é vago; embora seja dito “Criador” e “Fonte de Sabedoria”, não há referência à oração nem à religiosidade nos escritos logosóficos. Também não explanam a posição da Logosofia frente aos grandes problemas que afetam a sociedade contemporânea (divórcio, aborto, eutanásia, sistema político-econômico…) Muito grave também é o silêncio a respeito da sorte póstuma do homem; a questão do além (existe ou não outra vida?) é decisiva para reger o comportamento do homem na terra – Desta maneira a Logosofia é uma proposta de autoeducação do homem muito pobre e de modo insuficiente (para não dizer: errônea, visto que nega a fé).

Fonte: *PR n. 305/1987, p. 474-480

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.