Juramento de fidelidade

Cachoeira Paulista (07/02/2012) – Hoje D. Benedito Beni, Bispo de Lorena, SP,  celebrou a Missa e proferiu a Aula Inaugural do Ano letivo do Instituto de Teologia Bento XVI da Diocese de Lorena, que funciona na Canção Nova.

O tema da excelente Aula de D. Beni foi “A Nova Evangelização”, e estiveram presentes os professores e seminaristas de teologia. Os professores prestaram o juramento abaixo, com a mão sobre o Evangelho. Como professor de História da Igreja, convidado por D. Beni, tive a alegria de prestar este juramento.

Prof. Dr. Felipe Rinaldo Queiroz de Aquino

***

Juramento de fidelidade

Eu N. (…), creio firmemente e professo todas e cada uma das verdades que estão contidas no “Símbolo da Fé”, a saber: (segue o Credo)

Creio também firmemente em tudo o que está contido na Palavra de Deus, escrita ou transmitida pela Tradição, e é proposto pela Igreja, de forma solene ou pelo Magistério ordinário e universal, para ser acreditado como divinamente revelado.

De igual modo aceito firmemente e guardo tudo o que, acerca da doutrina da fé e dos costumes, é proposto de modo definitivo pela mesma Igreja.

Adiro, ainda, com religioso obséquio da vontade e da inteligência, aos ensinamentos que o  Romano Pontífice ou o Colégio Episcopal propõem, quando exercem o Magistério autêntico, ainda que não entendam proclamá-los com um ato definitivo.

“Eu N.(…) ao assumir o ofício de Professor de Teologia prometo conservar-me sempre em comunhão com a Igreja Católica, tanto por palavras quanto pela minha maneira de proceder.

Desempenharei, com grande diligência e fidelidade, os deveres a que estou obrigado para com a Igreja, tanto universal quanto particular, na qual fui chamado a exercer o meu serviço segundo as normas do direito.

No exercício do meu cargo, que me foi confiado em nome da Igreja, conservarei intacto, transmitirei e explicarei fielmente o “depósito da fé” (1Tm 1,10; 4,6; 2tm 4,3; Tt 2,1), evitando todas as doutrinas que lhe são contrárias.

Acatarei a disciplina comum de toda a Igreja e favorecerei a observância de todas as leis eclesiásticas, especialmente as contidas no Código de Direito Canônico.

Seguirei, com obediência cristã, o que os sagrados Pastores declaram como doutores e mestres autênticos da fé ou estabelecem como chefes da Igreja, e prestarei fiel ajuda aos Bispos diocesanos, para que a ação apostólica, a exercer em nome e por mandato da Igreja, se realize em comunhão com a mesma Igreja.

Assim Deus me ajude e os Santos Evangelhos de Deus, que toco com as minhas mãos.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.