Jogos eletrônicos: “gastar duas horas diárias é o mesmo que cheirar cocaína”, diz especialista

Desde muito cedo, crianças viciam no uso do computador: “Deixe as crianças serem infantis: não lhes dê acesso a TV, jogos eletrônicos, computadores e Internet!”

A afirmação acima pertence ao Professor Titular do Departamento de Ciência da Computação da USP,  Valdemar W. Setzer, e encontra-se com destaque em seu site.

A frase e o título deste post parecem chocar, não? Mas hoje o site do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira (IPCO) publicou um interessante artigo de Felipe Escocard sobre os efeitos maléficos do uso de jogos eletrônicos. Segue alguns detalhes e leia a íntegra no site do IPCO.
http://www.ipco.org.br/home/noticias/videogame-e-cocaina-qual-a-relacao

***

O pesquisador inglês Steve Pope afirma que “gastar duas horas diárias em um jogo é o mesmo que cheirar cocaína no ápice de sua produção. Esse tipo de vício é que mais rapidamente cresce no nosso país e está afetando os mais jovens mentalmente”;

Uma pesquisa do website Divorce Online apontou que 15% dos divórcios ocorridos nos EUA foram causados por vício em videogames por um dos cônjuges;

Um estudo da Universidade de Estocolmo demonstra que os viciados podem atuar na vida real como se estivessem dentro de um jogo eletrônico, alguns chegam a ver “caixas de energia” en cima da cabeça das pessoa;

A revista Veja publicou um estudo realizado em Singapura, onde 9% dos adolescentes foram considerados jogadores patológicos, com mais de 30 horas de jogos por semana;

O pesquisador Douglas Gentile afirma que os viciados têm maiores possibilidades de terem depressão, fobias sociais e ansiedade;

Em 2005, um sul-coreano de 28 anos morreu de parada cardíaca por exaustão, ao ficar mais de 50 horas jogando;

Segue abaixo um vídeo de um menino que é retirado da frente do computador no momento em que jogava. Veja até o fim. “Por que você tirou a minha vida?”, pergunta irritado o menino ao perceber que seu irmão havia feito morrer o personagem do jogo.

***
Por Edson Carlos de Oliveira

http://conservador.blog.br/2011/10/jogos-eletronicos-gastar-duas-horas.html

 
 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.