Itália descobre célula do Al Qaeda que planejava atentado contra o Vaticano. Santa Sé nega preocupação por ataque iminente

Jihad_FlickrZoriahCC-BY-NC-2.0_240415O site ACI informou na última quarta-feira (24/04/15), que a polícia italiana prendeu nove pessoas – na ilha de Sardenha e em outras sete regiões – que pertencem a uma célula do grupo terrorista Al Qaeda, a mesma que teria planejado um atentado contra a Santa Sé em 2010. Por sua parte, o porta-voz do Vaticano, Pe. Federico Lombardi, negou que atualmente haja uma preocupação por um ataque terrorista.

A Procuradoria pública de Cagliari conduziu as investigações para desmantelar uma rede de organização terrorista Al Qaeda, na Itália.

O procurador público Mauro Mura assinalou que, durante as intervenções realizadas nos últimos anos, encontraram “sinais da preparação de um possível atentado no Vaticano em 2010”.

Estas revelações surgiram durante a investigação iniciada em 2009 para fortalecer a segurança, por motivo da celebração da cúpula do G8 na cidade italiana La Maddalena.

Nesse sentido, foram emitidas 20 ordens de prisão, e nove pessoas foram detidas, oito paquistaneses e um afegão, enquanto outros três estão desaparecidos e o resto abandonou a Itália.

As prisões foram feitas nas cidades de Sassari, Bérgamo, Macerata, Roma, Frosinone e Foggia, e os detidos foram acusados de terrorismo no exterior e de favorecer a imigração clandestina.
Contato com Osama Bin Laden

A Procuradoria pública indicou que das escutas telefônicas conclui-se que as famílias de dois dos paquistaneses detidos tinham contato direto com o líder do Al Qaeda, Osama Bin Laden, assassinado no mês de maio de 2011.

Esta rede estaria implicada em alguns atentados terroristas, como o que acorreu em Peshawar (Paquistão) em 2009, deixando cerca de cem pessoas mortas. Além disso, os membros possuíam armas e alistavam pessoas com a finalidade de envia-las a atos terroristas no Paquistão e no Afeganistão, acrescenta a nota oficial.

Por sua parte, o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, rejeitou nesta sexta-feira que exista no Vaticano uma preocupação por algum ataque terrorista, após o anúncio da prisão dos terroristas em território italiano.

“Pelo pouco que sabemos parece ser uma hipótese do ano de 2010. Portanto, hoje em dia, não é relevante e não há razão para preocupações “, assinalou o porta-voz em informação divulgada pela agência ANSA.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/italia-descobre-celula-do-al-qaeda-que-planejava-atentado-contra-o-vaticano-santa-se-nega-preocupacao-por-ataque-iminente-54769/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.