Inaugurado na Diocese de Braga o maior presépio vivo da Europa

O presépio de Priscos é o maior da Europa

Braga (Segunda-feira, 19-12-2011, Gaudium Press) Inaugurado o maior presépio vivo da Europa em Braga. Mais de 600 figurantes dão vida a mais de 80 cenários do tempo de Jesus. Numa alusão a esta temática, que domina há vários meses o panorama social e político, foram incluídos no presépio deste ano dois elementos novos, uma “Torre de Babel” e uma “Arca de Noé”.

Segundo o padre João Torres, um dos organizadores do presépio, “a Torre de Babel não se vê: as pessoas vão ser convidadas a subir numa ponte e a ver outras. Mas o grande exercício que queremos pedir às pessoas é que se vejam a si próprias. Porque se olharmos para o lado vamos perceber que só juntos é que podemos entrar nesta Arca de Noé e só juntos é que podemos ultrapassar estes tempos difíceis.

Além de contar com a participação da comunidade local, na representação das personagens bíblicas, na demonstração das artes e profissões da época e no fornecimento e construção dos cenários, a organização do evento envolve pessoas vindas de regiões mais distantes.

A iniciativa estende-se por um espaço com cerca de 30 mil metros quadrados de ocupação e mais de 80 cenários, com referência às culturas egípcia, judaica e romana.


Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.