Igreja recorda 7 anos do falecimento do Beato João Paulo II, iniciador e co-patrono das JMJs

Vaticano, 02 Abr. 12 / 11:07 am (ACI) Há exatamente 7 anos atrás, Karol Wojtyla, o Papa João Paulo II, nascido em Wadowice (Polônia) em 1920 e eleito para a cátedra de Pedro no dia 16 de outubro de 1978, foi chamado à casa do Pai. O Papa polonês foi beatificado pelo seu Sucessor, Bento XVI, no dia 1 de maio de 2011 e hoje é Co-patrono das Jornadas Mundiais da Juventude, iniciadas em seu pontificado.

Segundo o Monsenhor Slawomir Oder, postulador da Causa de canonização do recordado pontífice, o processo está dependente da confirmação de um “novo milagre” para que se possa concluir.

O padre Slawomir Oder, postulador da Causa, disse à Rádio Vaticano que têm chegado “numerosas indicações de graças atribuídas ao beato João Paulo II e algumas são, seguramente, interessantes”. “De momento, espero pela documentação para poder dar início a um estudo mais aprofundado [dos casos] e fazer um bom discernimento”, acrescenta o postulador da causa à RV.

A beatificação, que é a penúltima etapa para a declaração da santidade de um católico teve início em maio de 2005, após a dispensa oferecida por Bento XVI do tempo de espera de 5 anos após a morte do candidato para iniciar estes trabalhos. O milagre que fez possível a beatificação do Papa Wojtyla foi a cura de uma religiosa francesa que sofria de Parkinson, o mesmo mal que afligiu o Papa Wojtyla nos seus últimos anos de vida.

Segundo recorda hoje a nota da Rádio Vaticano, de acordo com as atuais regras da Igreja, para a canonização é necessário um novo milagre atribuível à intercessão do beato João Paulo II a partir da data da beatificação para que que o venerado Papa seja canonizado.

Concluídas estão, em definitivo, as investigações sobre as chamadas “fama de santidade” e “virtudes heroicas” de Karol Wojtyla, eleito Papa em outubro de 1978.

Entre os seus principais documentos deixados pelo vasto legado deste Sumo Pontífice, contam-se 14 encíclicas, 15 exortações apostólicas, 11 constituições apostólicas e 45 cartas apostólicas; além de ter realizado 104 viagens internacionais, incluindo três visitas a Portugal e 4 visitas ao Brasil. A última delas para o congresso mundial das famílias em 1997 no Rio de Janeiro, que será o palco para a próxima JMJ em 2013.

O beato Papa João Paulo celebrou 147 ritos de beatificação, nos quais proclamou 1338 beatos, e 51 atos de canonização, correspondendo a um total de 482 santos.

Falando em exclusiva sao grupo ACI, o porta-voz da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi comentou sobre o aniversário do falecimento do Papa João Paulo:
“João Paulo II para nós ainda está vivo e presente. Ele foi proclamado como Beato pela Igreja, assim temos a certeza que ele está vivo e ele continua a estar presente e a interceder pela Igreja, assim como fez enquanto era o nosso pastor sobre a terra. Ele continua a ser um intercessor por nós junto a Deus. (.) Ele está presente e vivo como sempre esteve.”

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.