Hospital é proibido de forçar 12 enfermeiras a participarem dos abortos

Nova York, Novembro 04, 2011 / 1:01PM (EWTN Notícias/ACI Prensa) Um juiz federal nos Estados Unidos emitiu uma ordem temporal ontem à noite na qual proíbe a um hospital de New Jersey que obrigue as 12 enfermeiras  assistirem os abortos, indo contra  suas convicções pessoais.

Sobre a decisão, o advogado Matt Bowman da Alliance Defense Fund, assinalou que “as enfermeiras pró-vida não devem ser forçadas a assistir ou participar de serviços relacionados ao aborto. As leis federais e estatais o proíbem”.

A ordem da corte, com a qual o hospital expressou sua conformidade, entrará em vigor até uma audiência programada para o dia 18 de novembro logo que as enfermeiras apresentaram uma ação em 31 de outubro contra o centro de saúde que ameaçou em despedi-las se elas não participassem dos abortos que se praticam ali.

Para Bowman, é “chocante” que a ‘University of Medicine and Dentistry’ em New Jersey “queira seguir pressionando para seguir violando as leis que claramente protegem o direito à objeção de conciência”.

Duas das enfermeiras, Lorna Mendoza y Julita Chag, estavam programadas para assistir  um aborto esta sexta-feira. Com esta decisão temporal poderão exercer livremente seu direito à objeção de conciência para não participarem.

Segundo a ordem temporal, as autoridades do hospital “não podem requerer às enfermeiras envolver-se em qualquer procedimento ou processo relacionado ao aborto já que está pendente uma determinação da corte”.

A ordem tambiéném proíbe qualquer “tipo de discriminação no trabalho” contra as enfermeiras até que a situação se defina.

***
Leia mais:
http://www.ewtnnoticias.com/noticias-catolicas/noticia.php?id=24094#ixzz1cwdvefad

Fonte: http://secundumchrist.blogspot.com/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.