“Gigante”: apresentado na Itália o primeiro filme em 3D sobre o Beato João Paulo II

VATICANO, 19 Mar. 12 / 08:45 am (ACI/EWTN Noticias) No dia 14 de março, o diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Padre Federico Lombardi, apresentou o primeiro filme 3D sobre o Beato Papa João Paulo II, baseada na cerimônia de beatificação celebrada no dia 1 de maio de 2011.

O filme foi dirigido por Italo Moscati, tem uma duração de 22 minutos e foi desenvolvido pela RAI em colaboração com o Centro Televisivo do Vaticano (CTV).

A apresentação teve lugar na sede de Rádio Televisão Italiana (RAI). Durante o evento, conforme informou a Rádio Vaticano, o Padre Lombardi assinalou que o objetivo do CTV “não é apenas o de estar presentes para a comunicação religiosa e vaticana na fronteira das tecnologias mais avançadas, mas também o de refletir e experimentar que estas tecnologias -como o 3D-, permitem expressar-se, comunicar-se e combinar-se com a mensagem que queremos dar”.

Por sua parte, o diretor Moscati, explicou que precisou inovar de maneira especial para o filme uma nova forma de fazer 3D, “tive que procurar a dimensão espiritual e religiosa do Papa através da evocação de sua vida”.

“Gigante” irá ao ar na televisão italiana na noite do 1 de abril, com o objetivo de coincidir com o sétimo aniversário da morte do Beato João Paulo, no dia 2 de abril.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.