Filme sobre a Revolucão dos ‘Cristeros’ no México oferece lições em um tempo oportuno

ROMA, 31 Mar. 12 (ACI) .- O produtor de um novo filme que conta a luta contra a perseguição do governo mexicano aos católicos nos anos 20, diz que nele existem claros paralelos com a situação atual nos Estados Unidos e em outros lugares.

 “Eu acho que o que vivemos hoje são as mesmas coisas que aconteceram naquele tempo, e depois que você assistir ao filme  verá que há muitos tópicos que estão vivos no momento”, contou Pablo José Barroso, produtor de “For Greater Glory”, a Catholic News Agency, a agência do grupo ACI em inglês, no dia 21 de março.

 “For Greater Glory” – antes chamado de “Cristiada” – traça a história da Guerra Cristera do México que foi motivada pela legislação anticlerical sendo aprovada pelo presidente mexicano Elías Calles em 1926. Aquelas leis baniram ordens religiosas, privaram a Igreja de direitos de propriedade e negou liberdade civil aos padres, incluindo os direitos de julgamento por júri e o de voto.

A perseguição tornou-se tão violenta e severa que alguns católicos começaram a resistir forçadamente, lutando sob o lema e a estandarte de “Cristo Rey” (Cristo Rei).

“Essa história destruiu nossos corações, mas é uma história que deve ser contada”, disse Barroso.

“Trata-se de uma história real sobre pessoas que defenderam suas crenças. Como mexicano, estou muito orgulhoso em dividir com o mundo essa nossa história da qual muitos mexicanos não sabem a respeito”.

O filme é dirigido por Dean Wright e é estrelado pelos premiados atores Andy Garcia, Eva Longoria e Peter O’Toole entre outros. “Estamos tentando fazer filmes com valores e de alta qualidade de produção”, explicou Barroso, que esteve presente na estreia do filme no dia 20 de março, em Roma.

No último domingo, 25 de março, o Papa Bento XVI celebrou uma Missa para mais de 400.000 peregrinos na cidade mexicana de Silao. A celebração aconteceu sob a sombra da estátua de Cristo Rei, de 20 metros de altura, que foi construída nos anos 40 em homenagem aos que morreram na Guerra Cristera.

Desde então, dúzias de mártires da guerra foram canonizados e beatificados pela Igreja, incluindo Jose Sanchez Del Rio, um menino de 14 anos, que foi declarado santo pelo Papa Bento XVI em 2005. A história do jovem é particularmente destacada no novo filme.

 “Eu espero que após verem esse filme, as pessoas comecem a apoiar sua religião e viver de acordo com ela”, contou Barroso, que vê a ameaça à liberdade religiosa crescendo pelo mundo.

“Como católico, eu acho que agora é a hora para que os leigos resistam e façam alguma coisa”.

“For Greater Glory” chegará aos cinemas dos Estados Unidos no dia 1° de junho desse ano.
 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.