Feridos na catedral de Bagdá são recebidos pelo Papa

Bento XVI
expressa “proximidade, consolo e oração”

CIDADE DO
VATICANO, quarta-feira, 1º de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Bento XVI
recebeu de forma privada nesta quarta-feira um grupo de feridos no atentado
terrorista contra a catedral católica síria de Bagdá no dia 31 de outubro.

A notícia
foi confirmada a ZENIT pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre
Federico Lombardi S.J. Ele afirma que havia 50 pessoas no encontro com o Papa,
realizado após a audiência do pontífice com os peregrinos, na Sala Paulo
VI. 

26 pessoas
feridas no massacre da catedral Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tinham sido
hospitalizadas no hospital Gemelli, em Roma.

No total,
os feridos acolhidos no hospital são 16 mulheres, 3 crianças e 7 homens, que
vieram de Bagdá com 21 familiares.

Ao encontro
com o Papa desta quarta-feira foi também o arcebispo Filoni, que tinha ido
visitar os feridos no Gemelli. Segundo Lombardi, o arcebispo sente-se muito
próximo dos iraquianos, já que foi núncio no país durante a recente guerra.

“O Papa
saudou a todos, um a um, e disse palavras improvisadas de proximidade, consolo
e oração. Eles lhe mostraram algumas fotos de vítimas do atentado”, disse o
porta-voz vaticano.

Segundo
Lombardi, o Papa segue preocupado com a situação dos cristãos no Iraque e no
Oriente Médio.

A
hospitalização das vítimas iraquianas, organizada pelo Ministério de Assuntos
Exteriores italiano, em colaboração com o hospital Gemelli – a pedido do
secretário de Estado vaticano, cardeal Tarcisio Bertone – se seguiu à de 72
feridos enviados a Paris após o massacre.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.