Eubiose

A Eubiose é uma forma recente de Teosofia, que pretende fazer da cidade de São Lourenço (MG) a capital espiritual do mundo. O fundador dessa escola é o Prof. Henrique José de Souza,  o mais novo avatar ou a mais recente manifestação da Divindade (como dizem os seus escritos). Professa o panteísmo, a reencarnação, a história do mundo em ciclos sucessivos. Estaríamos para deixar o ciclo de Peixe, regido por Jesus Cristo, para entrar no ciclo de Aquário, que terá sua irrupção no Brasil, cujo idioma é o mais sagrado do mundo.

Vê-se que tal mensagem é altamente fantasiosa, além de ideológica o panteísmo, que é sua doutrina de fundo, não resiste à crítica da razão, visto que identifica o volúvel e o imutável, o temporário e o Eterno, o relativo e o Absoluto, identificando a Divindade com o mundo e o homem.

1. Eubiose: que diz

A Eubiose é uma corrente de pensamento sincretista, cuja fonte principal é o pensamento hinduísta. Este é reformado por Henrique José de Souza, sob forma de uma filosofia religiosa que pretende ser a nova e única da humanidade. São palavras do fundador.

O pensamento da Sociedade de Eubiose é o panteísmo hinduísta, segundo o qual o mundo e o homem são manifestações da Divindade – realidade básica de tudo que existe. A Divindade se torna mais explícita periodicamente em certas figuras humanas ditas “avatares”, das quais Henrique José de Souza seria a mais recente.  A história da humanidade decorre em ciclos, que se sucedem num ritmo de ascensão e declínio. O ser humano está sujeito à lei do karma e das reencarnações; deve tender à definitiva desencarnação mediante o contínuo aperfeiçoamento moral de si mesmo. A princípio a humanidade constava de andróginos, isto é, seres humanos bissexuais, tais como os conceberam o filósofo grego Platão (+ 347 a.C.) e a tradição esotérica antiga (cf. “Eubiose”, p. 20).

O Brasil, e de modo especial a cidade de São Lourenço (MG), será a sede da nova irrupção da Divindade, portadora de nova civilização ou Era de Aquário (cf. ib., p. 320). São Lourenço deve tornar-se “a capital espiritual do mundo por ser o Centro (ligado à Agartha-Shamballah) de irradiações espirituais para esse mesmo mundo” (ib. p. 270).

De acordo com o seu pensamento eclético, a Eubiose crê nas profecias de Nostradamus, como também professa a existência de continentes desaparecidos, como seriam a Atlântida e a Lemúria, “sem falar nos dois anteriores, cujas raças, de humanas, nem sequer tinham a forma…” (ib. p. 313). Como se compreende, H.J. de Souza admite que os habitantes desses continentes tenham desfrutado de uma sabedoria que foi recolhida pela Eubiose.

Revista: “PERGUNTE E RESPONDEREMOS”

D. Estevão Bettencourt, osb

Nº 356 – Ano: 1992 – p. 34

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.