Espanha sediará congresso mundial de educação católica

Será inaugurado pelo cardeal Zenon Grocholewski

ZARAGOZA, quinta-feira, 6 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Zaragoza será o cenário do 17º Congresso Mundial de Educação Católica, de 18 a 21 de outubro. Com o lema “Escola, lugar de esperança para os direitos humanos”, mais de 600 profissionais da educação, de 104 países – que representam 44 milhões de alunos -, debaterão sobre os caminhos de defesa dos direitos humanos e valores morais e éticos na educação.

Segundo informa a ZENIT o Escritório Internacional de Educação Católica (OIEC), que convoca o encontro, profissionais da educação, delegados e secretários regionais da América, Ásia, África, Oriente Médio e Europa, bem como representantes permanentes da organização nas Nações Unidas, UNESCO, Conselho da Europa e Vaticano, debaterão e oferecerão ideias, alternativas e experiências de êxito que permitam constatar a existência de fórmulas para melhorar a situação da educação no mundo.

A conferência inaugural será dada pelo cardeal Zenon Grocholewski, prefeito da Congregação para a Educação Católica, da Santa Sé.

O secretário-geral da OIEC, Pe. Ángel Astorgano, afirma que o objetivo da organização é “gerar esperança e desenhar novos horizontes de futuro”. “O evento pretende acentuar a importância do respeito ao trato justo e igualdade de todos os seres humanos, assim como a preeminência da educação em valores morais e éticos, que deve acompanhar sempre a transmissão de conhecimento”, acrescentou.

Dom Ureña, bispo de Zaragoza, afirmou que a visita do cardeal Grocholewski “reforça, sem dúvida, que os temas que serão abordados neste congresso são uma demonstração dos avanços e desafios enfrentados por toda a comunidade educativa e um intercâmbio frutífero entre as nações”.

Serão expoentes do congresso: Álvaro Marchesi, secretário-geral da Organização de Estados Ibero-americanos; Carlos Hué, licenciado em Pedagogia e Psicologia pela Universidade Complutense de Madri; Catherine Deremble, diretora do estabelecimento coordenador do Instituto Sta. Marie-Grand Lebrun de Bordeaux; Christian H. Tydén Forrest, diretor de Division Franklin Covey España; Javier Cortés Soriano, diretor geral do Grupo SM; José Antonio Sancha, presidente da Fundação Proteas; Mario Leonardo Peresson Tonelli, membro da junta diretiva da Conferência de Religiosos da Colômbia; Sean Covey, vice-presidente executivo de Global Solutions and Partnerships de Franklin Covey; Sebastián Muriel Herrero, vice-presidente de desenvolvimento corporativo de Tuenti.

A OIEC é uma organização não-governamental que representa a educação católica do mundo inteiro. Fundada em 1952 em Lucerna (Suíça), por iniciativa de um grupo de 9 países, tem sua secretaria geral em Bruxelas e seus 210 mil centros associados agrupam mais de 44 milhões de alunos, de 102 países. O principal objetivo é coordenar e incentivar os centros católicos de todos os continentes.

Mais informações sobre a programação e horários do Congresso Mundial de Educação Católica em http://www.infoiec.info

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.