Espanha e Vaticano emitem um selo da JMJ

E o desafio de um milhão de seguidores nas redes sociais

MADRI, terça-feira, 5 de julho de 2011 (ZENIT.org) – A realização da 26ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ) na capital espanhola é o motivo da emissão conjunta de um selo comemorativo entre a Espanha e a Cidade do Vaticano. Os selos de ambos os países reproduzem o logotipo oficial do evento.

Em 1984, durante o papado de João Paulo II – explica o escritório virtual dos Correios na Espanha -, nasceu a ideia de realizar periodicamente uma reunião internacional de jovens católicos do mundo inteiro para incentivar sua participação na Igreja Católica.

Um ano mais tarde, e coincidindo com a proclamação do Ano Internacional da Juventude pelas Nações Unidas, a Igreja organizou um encontro de jovens na Praça de São Pedro em Roma, após o qual o Papa instituiu a JMJ.

A primeira reunião com este nome foi realizada no Domingo de Ramos de 1986, na capital italiana, e supôs o início de uma série de encontros que contribuiu para denominar João Paulo II com o apelido de “o Papa dos jovens”.

Os Correios – na justificativa da emissão do selo – recordam que é a segunda vez que a Espanha acolhe o encontro internacional. A primeira vez foi em Santiago de Compostela, em 1989. Desta vez, será realizado em Madri, de 16 a 21 de agosto.

Redes sociais, o desafio de um milhão de seguidores

Por outro lado, há algumas semanas, a JMJ, em suas redes sociais, lançou um desafio muito ambicioso para seus fãs: chegar a um milhão de seguidores nas redes sociais.

Em suma, trata-se de fazer que ninguém fique sem ir à JMJ por desconhecimento. É um convite a cada um dos fãs da JMJ nas redes sociais a ser embaixador deste grande acontecimento entre seus amigos. “De nós depende que ninguém perca esta festa!”, diz o slogan da campanha.

Desde 2009, a JMJ está presente nas redes Facebook, YouTube, Twitter, Flickr, Tuenti, entre outras, para levar as novidades do evento aos jovens do mundo inteiro, sem importar o lugar em que se encontrem.

Durante este tempo, os fãs foram crescendo em número e alcance, a partir dos 6 idiomas com os que se começou até os atuais 21 do Facebook.

Hoje, já são mais de 300 mil seguidores, de 82 países, que estão a par da Jornada nas redes sociais e houve mais de um milhão de visualizações no canal da JMJ no YouTube.

“A Jornada Mundial é sobretudo uma festa de jovens que convidam outros jovens. Uma festa da fé a qual todo mundo está convidado e que conta com o apoio de todos eles para que saia adiante. Una-se ao desafio de um milhão!”, convidam os organizadores.

Para saber mais:
http://www.correos.es/comun/Filatelia/2011/0450_11-seleccionaSello.asp?IdSello=1072011
http://www.madrid11.com

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.