Empresário fala de sua experiência de Deus

SANTIAGO, quinta-feira, 23 de junho de 2011 (ZENIT.org) – Ele afirma que se tivesse morrido dias antes de 23 de março de 2008, provavelmente seu destino teria sido a condenação eterna. Mas nesse dia, domingo da Ressurreição, ele teve um encontro inesperado e repentino com Deus, “a quem eu não busquei, mas que veio me resgatar da escravidão, demonstrando grande misericórdia”.

Essas são palavras do empresário chileno que assina com o pseudônimo Paulo de Torreones, que apresentou nesta semana no Chile seu livro testemunho Desde el infierno de Ulises al cielo de Pablo, na Pontifícia Universidade Católica.

Em suas 424 páginas, o autor expõe sua recente experiência de possessão demoníaca, o presente de sua libertação-conversão e posterior estado de serenidade em que mergulhou sua vida.

Neste caminho onde mostra em si mesmo o estreito vínculo entre agnosticismo e desordem moral, o autor não deixa de falar sobre o tema do demônio.

O livro – publicado pela editora do Movimento de Schoenstatt Nueva Patris – expõe estratégias, enganos e espaços nos quais hoje reina o mal.

Mas essencialmente a obra afirma o triunfo da misericórdia de Deus e do amor, dando à Virgem Maria o papel de mediadora na história da salvação, também na do autor.

***

Na internet:
http://desdeelinfiernodeulisesalcielodepablo.blogspot.com; http://www.patris.cl.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.