Embriões congelados tem alma humana? – EB

02-aspiracao_folicular-27-12O embrião humano tem alma humana ainda que esteja congelado, pois ele se conserva vivo; por conseguinte possui um princípio vital que é a alma humana. Esta não se manifesta porque, para tanto, ela precisa do corpo e seu corpo está reduzido à inércia pela baixa temperatura. A alma humana existe no concepto desde a fecundação do óvulo com todo o potencial que se vai desabrochando até a idade adulta, conforme ficou cabalmente demonstrado pelas experiências do Dr. Jérome Lejeune. A alma é espiritual e imortal por sua própria índole. Por conseguinte a pessoa humana não consta de corpo, alma e espírito, mas de corpo material e alma espiritual. Essa única alma responde pelas funções vegetativas, sensitivas e intelectivas do indivíduo. Para agir, a alma depende do corpo, especialmente do cérebro, de tal modo que, quando este se acha lesado ou congelado, a alma não se pode manifestar, tal é o caso de quem está em coma ou congelado. Notemos ainda que a alma humana não envelhece, mas é sempre a mesma num corpo que conhece sua fase ascendente e seu declínio. A alma humana é criada diretamente por deus para cada concepto. Ela não se reencarna, pois é criada exatamente em vista de tal matéria que resulta da fusão de tal espermatozoide com tal óvulo; é criada para ser o princípio vital ou vivificante de tal e tal corpo, que também possui suas potencialidades. Estas considerações explicam por que não se pode aceitar a manipulação de embriões: são seres humanos.

Revista:  PERGUNTE E RESPONDEREMOS
D. Estevão Bettencourt, osb
Nº  515   Ano:  2005  p.  230

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.