Em Paris, protestos contra peça teatral na qual crianças atiram objetos em imagem de Jesus Cristo

Com um megafone numa mão e um terço na outra, em Paris, jovens católicos protestaram contra uma peça teatral blasfema.

De acordo com a agência ACI (27/10/11), desde o dia da estréia da peça chamada “Sobre o conceito do rosto do Filho de Deus”, do italiano Romeo Castelluci, um grupo de católicos do movimento Renouveau français tem feito vários protestos denunciando a cristianofobia. A peça, como não podia deixar de ser, trata das piores baixarias. Em certo momento da representação, meninos atiram sujeiras contra uma grande figura de Nosso Senhor (O Cristo de Antonello di Messina).

Em uma das apresentações, alguns membros da Renouveau français compraram ingressos para protestar do próprio lado de dentro (Vídeo acima) do teatro. Eles subiram ao palco com um grande cartaz e nele se lia: “Cristianophobie, ça Suffit!” (Cristianofobia, basta!).

Do lado de fora, as manifestações continuaram, embora com repressões violentas por parte da polícia. Castelluci declarou debochadamente que “Eu os perdôo porque eles não sabem o que fazem”.

Emmanuel Demarcy-Mota, diretor do Teatro de Ville, rechaçou o boicote argumentando que este “espetáculo” já se apresentou em mais de uma dezena de países europeus sem “suscitar a mais mínima reação análoga”. Curiosamente o jornal católico progressista “La Croix” publicou uma nota de aprovação à polêmica peça e condenando os protestos. Outros setores do clero têm sido mais ambíguos que claros entre tomar um partido e outro.

Muitos católicos parecem esquecer que Nosso Senhor disse: “Porque, se nesta geração adúltera e pecadora alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os seus santos anjos” (São Marcos 8, 38).

Mais fotos:
http://www.leparisien.fr

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.