É urgente que os cristãos testemunhem com valor o Evangelho no mundo, afirma Bento XVI

VATICANO,
28 Jan. 11 / 02:10 pm (ACI).- Ao receber 30 membros da Comissão Mista Internacional
para o Dialogo Teológico entre a Igreja Católica e as
Igrejas Orientais Ortodoxas ao meio dia (hora local) de hoje, o Papa Bento XVI
assinalou que os cristãos têm o dever premente de dar um valente testemunho do
Evangelho de Cristo ante o mundo.

Esta comissão foi instituída em 2003 graças à iniciativa das autoridades
eclesiásticas da família
das Igrejas orientais ortodoxas e do Pontifício Conselho para a Promoção da
Unidade dos Cristãos.

A primeira fase do diálogo, de 2003
a 2009, teve por resultado o documento “Natureza,
constituição e missão da Igreja
que “descreve os aspectos fundamentais dos princípios eclesiológicos que
compartilhamos e assinala as questões que requerem uma reflexão mais profunda
nas sucessivas fases do diálogo”.

“Não podemos por menos que estar agradecidos de que depois de quase 1500
anos de separação ainda estejamos de acordo a respeito da natureza sacramental
da Igreja, da sucessão apostólica no serviço sacerdotal e da necessidade
premente de dar testemunho do Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo
no mundo”.

O Papa disse logo que em sua segunda etapa, a Comissão refletiu “desde uma
perspectiva histórica sobre a forma em que as Igrejas expressaram sua comunhão
através dos séculos”.

Durante esta semana este grupo de trabalho se dedicou “ao estudo da
comunhão e a comunicação que existia entre as Igrejas até meados do século
quinto da história cristã, assim como do papel desempenhado pelo monacato na vida da Igreja
primitiva”.

Bento XVI expressou
sua confiança em que a reflexão teológica “leve as nossas Igrejas não só a
entender-se mais profundamente entre si, mas também a prosseguir com
determinação nosso caminho para a plena comunhão, à qual estamos chamados pela
vontade de Cristo”.

“Muitos de vocês procedem de regiões onde os indivíduos e as comunidades
cristãs se enfrentam a provas e dificuldades que são motivo de profunda
preocupação para todos nós. Todos os cristãos devem unir seus esforços para
obter a aceitação e a confiança mútua com o fim de servir à causa da paz e da
justiça”.

Finalmente o Santo Padre fez votos para “que a intercessão e o exemplo dos
muitos mártires e santos, que deram o corajoso testemunho de Cristo em todas as
nossas Igrejas, sustentem e fortaleçam vocês e suas comunidades cristãs”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.