Dom Odilo condena violência mas defende intervenção na Cracolândia

 São Paulo (RV) – O arcebispo metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Scherer, afirmou neste sábado (21) que a operação policial que combate o tráfico de drogas na “Cracolândia”, no centro da capital paulista, era necessária. A declaração foi feita durante visita a um abrigo para dependentes que está sendo construído na Rua Prates, no bairro Bom Retiro, no Centro. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) também participou do evento.
“Ninguém está aprovando o uso de métodos truculentos ou violentos, mas a intervenção policial era necessária” – ponderou Dom Odilo. Para ele, as ações do poder público incrementam o trabalho de voluntários que se dedicam à ajuda aos usuários de drogas, como é o caso de vários grupos ligados à Igreja.

Em conversa com os jornalistas, Dom Odilo voltou a condenar a violência por parte da polícia, mas defendeu que era preciso uma intervenção no que ele chama de “ferida aberta” de São Paulo, referindo-se a região da Cracolândia.
Durante a visita, o prefeito disse que o Complexo Prates, com capacidade para atender 1.200 dependentes, deve começar a funcionar durante o mês de março, mas não prometeu nenhuma data específica.
O portal G1 indica que um balanço divulgado nesta sexta-feira (20) mostra que a Polícia Militar já realizou 6.924 abordagens a pessoas na região da Cracolândia, no Centro de São Paulo, desde 3 de janeiro, quando teve início a operação de combate ao tráfico.

Fonte: Radio Vaticana

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.