Dois jovens sacerdotes voltam ao Iraque e celebram Missa na Catedral atacada por extremistas

LONDRES, 09
Nov. 10 (ACI) .- Exatamente uma semana
depois do massacre perpetrado por extremistas muçulmanos na Catedral
siro-católica de Nossa Senhora da Salvação em Bagdá que custou a vida de 58
pessoas, dois jovens sacerdotes interromperam seus estudos em Roma e voltaram
para o Iraque para celebrar uma Missa neste importante templo.

Acompanhados de 60 fiéis e em meio dos destroços, os sacerdotes Faadi e Aysar,
ambos de 30 anos, presidiram a Eucaristia em sufrágio dos falecidos no ataque.

Em declarações à organização internacional católica Ajuda à Igreja que Sofre
(AIS), o Arcebispo siro-católico de Mosul, Dom Georges Casmoussa, elogiou estes
dois jovens presbíteros e os fiéis que os acompanharam por seu “valor e
determinação”, especialmente quando o Al Qaeda declarou que os cristãos
são “seus objetivos lá onde estiverem”.

Após solicitar que se termine a discriminação contra os cristãos e logo depois
de reiterar seu pedido para que cesse a violência contra os fiéis, o Arcebispo
-vítima também do extremismo islâmico quando foi seqüestrado em janeiro de
2005- comentou que “da tragédia em Bagdá, muitíssimos condenaram aqui no
Iraque este ato de terrorismo. Se o fizerem em suas declarações, devem estar
dispostos a tomar medidas necessárias para evitar que se repita no futuro”.

“Muita de nossa gente -continuou- perdeu a confiança. Mas confio em nossos
vizinhos. Não é apenas a Cristandade que não permite que as pessoas sejam
assassinados. Este princípio se aplica a outros incluindo os muçulmanos”.

O Arcebispo também comunicou que o Pe. Raphael Qotaini, de 75 anos, Vigário
General da diocese siro-católica de Bagdá, está se recuperando logo depois de
ter sido baleado no estômago no dia do massacre. “Todos estamos contentes
por ele, mas ainda é necessário que descanse e siga seu tratamento”,
acrescentou.

AIS também informou que o Pe. Nizar Semaan, capelão siro-católico em Londres,
celebrará uma Missa com o Bispo Auxiliar de Westminster no dia 12 de novembro
às 7:00 p.m. na Igreja Holy Trinity.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.