Diretor e produtor de filme blasfemo sobre Cristo presos na Índia

ROMA, 06 Dez. 11 / 08:55 pm (ACI) As autoridades da Índia prenderam o diretor, produtor e publicitário de um filme blasfemo com pinturas satânicos sobre Cristo nas quais se mostra, entre outras coisas, um homem apunhalando o Senhor crucificado.

A agência vaticana fides reportou que depois de dias de protestos de organizações cristãs como o “Catholic Secular Forum” (CSF), Ejaz Ahmed (diretor), Washim Sheikh (produtor de Bollywood) e KA Jauhar (publicitário), foram presos por causa do filme “Who’s there”. As acusações são de “ferir os sentimentos religiosos”, “intenção maliciosa” e “insulto à crença religiosa”, além de violação das normas cinematográficas.

Grupos e associações cristãs pedem penas severas para os réus, que poderão deixar o cárcere hoje, diante do pagamento de caução, estabelecida pelo Tribunal de Mumbai.

Conforme assinala Fides, o secretário geral do CSF considera que a sentença poderia dar-se com prontidão já que, conforme o confirmado pela Junta Central de Certificação de Cinema (CBFC), o pôster publicitário do filme viola o artigo 38 do regulamento cinematográfico.

O pôster mostra a Cristo na cruz, apunhalado por um homem, com um cálice no que está escrito: “Desta vez o mal vai ganhar”. A publicidade e o trailer dizem coisas como “Esperem a verdade inesperada” ou “Diremos quem é realmente Jesus Cristo”, enquanto que outras imagens mostram a cruz de Jesus ao contrário, golpeado com adagas.

Em declarações à Fides, o porta-voz da Conferência Episcopal da Índia, P. Babu Joseph, assinalou que “Who’s there?” é “um filme que ofende a fé e os sentimentos dos cristãos e contribui para difundir o ódio contra os cristãos” em um país onde esta minoria costuma ser perseguida por extremistas hindus.

Por isso, indicou o sacerdote, “Pedimos que seja retirado dos cinemas. Existem na Índia forças que querem criar atritos sociais agindo no campo religioso. A fé cristã é quase sempre ilustrada de modo falso e equivocado, que a desacredita e fomenta ódio”.
O P. Joseph disse também que “não está claro quem está por trás do filme em questão, mas vemos que elementos e forças extremistas hindus estão espalhados na sociedade e nos meios de comunicação. Os cristãos veem a religião um fator de paz. Condenamos todo ato blasfemo, contra qualquer religião”.

Por outro lado, os jesuítas da localidade do Ranchi no estado de Jharkhans assinalam à Fides que “esta é a pior representação possível do cristianismo”.

” Não está claro quem está por trás do filme em questão, mas vemos que elementos e forças extremistas hindus estão espalhados na sociedade e nos meios de comunicação. Os cristãos veem a religião um fator de paz. Condenamos todo ato blasfemo, contra qualquer religião”.

Enquanto isso, a CSF iniciou uma petição que já conta com mais de 2.000 assinaturas dos bispos, párocos, sacerdotes, ativistas, líderes do ONGs que exigem o retiro da produção dos cinemas.

Em setembro deste ano, o Arcebispo de Bombay, Cardeal Oswald Gracias, denunciou a perseguição que sofrem os cristãos em seu país, que constituem apenas o 2% da população total, assim como a ausência de liberdade religiosa.

O Cardeal disse à Rádio Vaticano naquela oportunidade que os fundamentalistas hindus “instrumentalizam a religião: aproveitam-se para ganhar votos e chegar ao poder”.
Os ataques por obra de grupos extremistas hindus que começaram com força no ano 2008, aumentaram este ano 2011 e cada dia poderia  ser registrado um novo caso.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.