Diferença sexual entre os pais é base para construir identidade dos filhos

ROMA, 16 Nov. 09 (ACI) .- O Presidente do Conselho Episcopal Família e Sociedade da Conferência Episcopal da França, Dom Jean-Charles Descubes, assinalou que a diferença sexual dos pais -homem e mulher- de um filho é a base “para construir sua identidade e encontrar seu justo lugar entre os outros”, depois da decisão de um tribunal que autoriza a adoção de um pequenino por parte de um casal de lésbicas.

Em uma nota dada a conhecer pela agência italiana SIR, o Prelado explica que “muitos desejam ver nesta decisão um passo adiante para uma evolução legislativa pensada para autorizar a pessoas homossexuais a adotarem uma criança”.

Entretanto, precisa que, “a adoção não é um assunto que contempla direitos individuais mas que contempla o amparo da criança, privada de seus pais naturais. E por isso o interesse superior das crianças deve guiar as decisões políticas e administrativas. Os direitos e o bem da criança limitam o direito à criança”.

O também Arcebispo de Rouen recorda que “a adoção permite às crianças terem esperança de uma família e serem educados com referências de filiação que devem permanecer claras. Uma família exige a complementaridade de dois seres, de um homem e uma mulher, cuja união está apoiada na diferença sexual inscrita no corpo”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.