Desafio: poder e saber falar de Deus hoje

D. Rino Fisichella intervém nas jornadas pastorais do episcopado de Portugal

FÁTIMA, terça-feira, 14 de junho de 2011 (ZENIT.org) – A crise dos dias de hoje está ligada ao tema de Deus, que na verdade é mais desconhecido do que negado, considera o presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella.

O prelado participa estes dias em Fátima das jornadas pastorais da Conferência Episcopal Portuguesa. Entre ontem e hoje, ele ministrou três conferências aos cerca de 80 participantes, entre os quais 45 bispos.

Segundo informa Agência Ecclesia, Dom Rino Fisichella destacou que a Igreja Católica deve estar atenta ao secularismo, que quer afastar o mundo ocidental da “sua relação fundamental com Deus”.

As Igrejas de antiga tradição são “as que se sentem prejudicadas por esta situação”, embora “ninguém pareça fugir a esta dramática situação que cria um ‘deserto interior’, porque afasta o homem de si próprio”.

“Este é um dos motivos para promover a nova evangelização”, disse. Ele considera “prioritário” um esforço destinado a “recuperar a consciência daquilo que determina a conduta das pessoas”.

“É necessário e urgente, em primeiro lugar, compreender que nos encontramos diante de uma mudança real de paradigmas do pensamento e da linguagem que não já permitem enfrentar a vida, o mundo, a relação com os outros, a fé e os grandes valores como no passado.”

“Diante da possibilidade de Jesus Cristo não é possível manter a neutralidade: é preciso dar uma resposta se queremos achar um significado à nossa vida.”

O arcebispo destacou que nos dois mil anos do cristianismo, sempre houve uma atenção permanente da comunidade cristã em relação ao tempo no qual vivia e ao contexto cultural.

Segundo o responsável vaticano, neste tempo em que Deus vai-se tornando desconhecido pelas pessoas e pela vida pública, “o verdadeiro desafio esconde-se em como poder e saber falar de Deus”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.