Declaração do Papa à RCC

Enviada em:
Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2000 09:04

Conferência
Internacional da Renovação Carismática acontecida na Itália em outubro de 1998.

“Dou graças a meu
Deus, por meio de Jesus Cristo, por todos vós, porque em todo o mundo é
preconizada a vossa fé.”(Rm1,8). A Renovação Carismática Católica tem
ajudado muitos cristãos a redescobrirem a presença e o poder do Espírito Santo
em suas vidas, na vida da Igreja e do mundo; e esta redescoberta tem levantado
neles uma fé em Cristo cheia de alegria, um grande amor pela Igreja e uma
generosa dedicação a sua missão evangelizadora. No ano de 1998 em que dedicamos
ao Espírito Santo, eu me uni a vocês no louvor à Deus pelos preciosos frutos
que Ele quis trazer à maturidade em suas comunidades e através delas, às
Igrejas particulares.
Como líderes da Renovação Carismática Católica, uma de suas primeiras tarefas é
a de preservar a identidade das comunidades carismáticas espalhadas pelo mundo
inteiro, incentivando-as sempre a manter uma ligação estreita e hierárquica com
os bispos e com o Papa. Vocês pertencem a um movimento eclesial; e a palavra
“eclesial” implica uma tarefa precisa de formação cristã, envolvendo
uma profunda convergência de fé e de vida. A fé entusiástica que dá vida às
suas comunidades deve ser acompanhada por uma formação cristã que seja
abrangente e fiel ao ensinamento da Igreja. De uma formação sólida surgirá uma
espiritualidade profundamente enraizada nas fontes da vida cristã e capaz de
responder às perguntas cruciais colocadas pela cultura de nossos dias. Em minha
encíclica “Fé e Razão”, faço uma advertência contra o fideismo que
não reconhece a importância do trabalho da razão não apenas por compreensão de
fé, mas até por um ato de fé em si mesmo. O tema da Conferência, “Deixa o
fogo cair de novo!”, lembrou-me as palavras de Cristo. “Eu vim lançar
fogo à terra, e que tenho ei a desejar se ele já está aceso? (Luc 12,49).
Quando olhamos para o Grande Jubileu, estas palavras ressoam com toda salva. No
limiar do Terceiro Milênio da era cristã, quão grande é o desafio
evangélico”: Vai trabalhar hoje na vinha!” (Mt 21,28). Acompanhei a
Conferência com as minhas orações, confiando que ela produzirá ricos frutos
espirituais para a Renovação Carismática Católica no mundo inteiro.
Que Maria, a noiva do Espírito e Mãe de Cristo, proteja tudo o que vocês fazem
em nome de seu filho. Para todos vocês, para suas comunidades e para os que
vocês amam, com alegria concedo a minha Benção Apostólica.”
JOÃO PAULO II

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.