Cristãos australianos protestam contra decisão do Governo de eliminar as referencias AC e DC dos textos escolares

Sidney (Quinta-feira, 08-09-2011, Gaudium Press) Cristãos da Austrália têm expressado sua decepção e mal estar diante da decisão do Governo australiano, liderado pela Primeira Ministra Julia Gillard, que pretende eliminar as referencias “Antes de Cristo” e “Depois de Cristo” nas datas históricas referidas em textos escolares.

A referencia ao nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo na indicação das eras históricas é de compreensão universal e seu uso é generalizado.

Segundo normas oriundas do Governo da Austrália, a terminologia será substituída por outra nomenclatura que não faça nenhuma referencia religiosa. Os novos termos em inglês deverão ser Before Common Era (BCE) (“Antes da Era Comum”, em inglês); Before Present (BP) (“Antes do presente”, em inglês) e Common Era (CE) (“Era comum”, em inglês).

De acordo com informações do jornal australiano “The Sun Herald”, um porta voz do Escritório Australiano de Avaliação e Administração de Informação do Plano de Estudos afirmou que os novos termos expressam melhor as indicações de datas.

Os cristãos, no entanto, vêm nas modificações propostas uma tentativa absurda de apagar qualquer referencia a Nosso Senhor Jesus Cristo na Historia da Humanidade e acusam as autoridades da Educação de tentar “varrer o cristianismo”.

Em declarações ao Jornal “Daily Telegraph”, o arcebispo anglicano de Sydney, Peter Jensen, disse que esta iniciativa é um “desejo intelectualmente absurdo porque elimina Cristo da Historia da Humanidade.”

Segundo ele, isto “é um absurdo porque a vinda de Cristo continua sendo o ponto central da História e porque o termo ‘Era Comum’ não tem o menor sentido e conduz a erros de interpretação”.

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.