Cristã paquistanesa tem a pena de morte confirmada

topic (1)A agência Fides confirmou no último dia 16 a sentença de morte de Asia Bibi, mulher cristã paquistanesa, que se recusou a converter-se ao Islamismo.

Veja a notícia na íntegra:

Paquistanesa morrerá por ser cristã

Confirmada a sentença de morte de Asia Bibi, mulher cristã paquistanesa

A Justiça de Lahore, em tribunal de segundo grau, confirmou na manhã dessa quinta-feira (16), a sentença de morte a Asia Bibi. Um dos seus advogados confirmou a notícia à Agência Fides.

A cristã paquistanesa Asia Bibi foi presa em 19 de junho de 2009 em Nankana Sahib por blasfêmia contra o profeta Maomé. Durante todos estes anos, ela recebeu a atenção do mundo por ser condenada justo pelo fato de ser cristã e não ter se convertido ao islamismo.

Condenada à morte

Segundo um de seus advogados, “hoje o caso de Asia Bibi foi discutido, mas a Corte rejeitou a apelação”, (Tempi.it 16 de outubro). Os juízes evitaram se expressar até hoje, adiando as audiências por diversos motivos. Segundo os advogados de Asia Bibi, as acusações de blasfêmia contra ela foram completamente falsas e infundidas, por isso eles estavam confiantes em que hoje o juiz a teria absolvido.

Muitas vezes os juízes são ameaçados de morte pelos extremistas e, desta forma, são levados a resolver situações de maneira injusta, como neste caso.

“O juiz manteve válidas e credíveis as acusações de duas mulheres muçulmanas (duas irmãs) que testemunharam a suposta blasfêmia cometida por Asia”, declarou à Agência Fides o outro advogado da paquistanesa, Naeem Shakir.

Fé católica

Asia Bibi é cristã e católica, 45 anos, casada e mãe de cinco filhos. Ela trabalhava no campo quando, no dia 14 de junho de 2009, quando tudo começou, parou por um momento para ir pegar água. Ao retornar do poço, ofereceu água para as duas muçulmanas que trabalhavam com ela, mas as mulheres responderam acusando-a de ter infectado a fonte. Isso porque ela, como cristã, seria uma infiel. Asia Bibi negou a acusação e se recusou a se converter ao islamismo, explicando como era grandioso o que Deus havia feito em sua vida. As mulheres a acusaram de blasfêmia por insultar o profeta Maomé. Após cinco dias do ocorrido, em 19 de junho, o muçulmano Qari Muhammad Sallam formalizou a acusação na polícia local.

Carta ao Papa Francisco

No início deste ano, Asia Bibi escreveu ao Papa Francisco expressando sua alegria em ter vivido bem o Natal de 2013, mesmo tendo comemorado na prisão de Multan, no Paquistão.

Na carta a paquistanesa, que naquele tempo ainda esperava seu julgamento, confessou que adoraria ter passado o Natal na Praça de São Pedro rezando junto com o Papa, “mas tenho confiança no projeto que Deus tem para mim e espero poder realizá-lo no próximo ano. Estou muito agradecida a todas as igrejas que estão rezando por mim e lutam pela minha liberdade”.

Asia Bibi se despediu do Papa na carta da seguinte forma: “Na certeza de que o senhor se lembrará de mim em suas orações, envio-lhe uma carinhosa saudação. Asia Bibi, sua filha na fé”.

Fonte: http://www.aleteia.org/pt/mundo/noticias/asia-bibi-morrera-por-ser-crista-5227374270480384

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.