• Sexta-feira 16/04

    Sexta-feira 16/04 Sexta-feira 16/04

    Lançamentos 15/04

    Lançamentos 15/04 Lançamentos 15/04

    Deus cria TUDO 15/04

    Deus cria TUDO 15/04 Deus cria TUDO 15/04

    Semana Santa 15/04

    Semana Santa 15/04 Semana Santa 15/04

    Construir 11/04

    Construir 11/04 Construir 11/04
  • Conselho Pontifício para a Família: Implosão Demográfica na Europa




    Gérard-François Dumont  

    Professor, economista e geógrafo. Professor da Universidade La Sorbonne de Paris. Membro de seção do Conselho Econômico e Social da França. Autor de mais de vinte livros e duzentos e cinquenta publicações.               

    [Resumo]

    A unidade de tempo em demografia é de cerca de trinta anos, o tempo de uma geração. Os fenômenos demográficos verificam-se lentamente e por isso tardam a ser percebidos e compreendidos pela opinião pública. A expressão “implosão demográfica” deve ser, assim, manejada com cuidado, porque, embora seja verdade que na Europa existe uma diminuição da proporção dos jovens, esta diminuição produzirá seus efeitos muito lentamente: o envelhecimento da população  a diminuição do crescimento natural. A análise da implosão permite distinguir dois fenômenos que frequentemente são confundidos. De um lado, a proporção de pessoas idosas aumenta porque aumenta a expectativa de vida no nascimento e diminui a mortalidade. Este “gerontocrescimento ” é, portanto, o efeito de melhores condições de vida e, em particular,  de uma medicina melhor. Por outro lado, a queda da fecundidade implica um envelhecimento na base, que se reflete na ausência de reposição da população.
    É necessário, assim, atentar para a distinção de dois tipos de envelhecimento: o que existe no vértice, que reflete os múltiplos benefícios do progresso para os homens e as mulheres, e o envelhecimento na base, que reflete um desafeto em relação à vida. A gravidade da situação demográfica européia é óbvia. A pirâmide da população inverteu-se. Esta é expressão da implosão demográfica, de um “inverno demográfico” que ameaça a própria existência da sociedade. Este fato começa a ser conhecido pela opinião pública e, em particular, pelos jovens.

    (Controle dos nascimentos e implosão demográfica; Demografia, transição demográfica e política demográfica; Economia doméstica; Família e desenvolvimento sustentável; família e princípios de subsidiariedade; Novo modelo de “Welfare State”).

    ___________________________
    Leia o texto integral, entre outros, em Lexicon: termos ambíguos e discutidos sobre família, vida e questões éticas,  Pontifício Conselho para a Família, Edições CNBB.


    Prof. Felipe Aquino

    assessoria@cleofas.com.br

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.