Conselho Pontifício para a Família: Família e Privatização

Alfonso López Trujillo

Cardeal. Doutor em filosofia. Doutor honoris causa em várias universidades. Ministrou aulas de filosofia, psicologia e patrística. Foi presidente do Pontifício Conselho para a Família, do CELAM, bispo auxiliar de Bogotá, arcebispo de Medellin, entre outros cargos. Várias publicações.

[Resumo]

A importância da família fundada no matrimônio foi um dos pilares reconhecidos como pressuposto normal para o bem da sociedade. Nestes últimos quarenta anos, temos visto a instituição familiar “privatizar-se” sempre mais, tornando-se de alguma maneira o “refúgio” dos indivíduos de uma sociedade de competição e do beneficio, abrigo que tende a renunciar a qualquer pretensão social para ser local de intimidade e de ternura. Esta família ‘privatizada “, idealizada romanticamente como oásis diante de uma sociedade demonizada e hostil, não é sólida, porque exposta a toda forma de subjetivismo. Por outro lado, não considerando a família bem social, os poderes públicos não a protegem mais e consideram que deve prevalecer a liberdade dessas pessoas que decidem casal; unir-se em formas alternativas ou separar-se. Assim, sob a pressão de leis iníquas, cria-se uma nova mentalidade divorcista, alienada dos interesses da família. O presente verbete recorda o alcance político-ideológico destes dados, a partir da vivência histórica dos recentes totalitarismos, que invadiram as responsabilidades da família contra a sua “soberania” e a sua missão. Enfim, o autor pondera a influência das leis que criam ou consolidam uma mentalidade contrária à família e ao seu papel sócio-político. Em relação a estes fenômenos e tendências, os pastores devem atuar; afim de que a família não se feche em si mesma, não renuncie ao seu papel público, mas, ao contrário, afirme com força seus direitos, combata as leis injustas nos Parlamentos e leve à sociedade a riqueza dos seus valores.

(Família e princípio de subsidiariedade; Família, natureza e pessoa; Maternidade e feminismo; Personalização)

_____________________________
Leia o texto integral, entre outros, em Lexicon: termos ambíguos e discutidos sobre família, vida e questões éticas,  Pontifício Conselho para a Família, Edições CNBB.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.