Conselho Pontifício para a Família: Economia Doméstica

Jean D. Lecaillon

Professor da Universidade Panthéon-Assas (Paris II). Doutor d´Etat em ciências econômicas. Membro do Comitê Europeu sobre a População do Conselho da Europa. Numerosas publicações.

[Resumo]

A economia doméstica se exprime em diversas manifestações: a produção, a riqueza, o valor, a atividade (ou trabalho) doméstica etc. A definição de produção está-se refinando ao longo dos séculos: da produção agrícola ao artesanato, do capital ao trabalho, da indústria ao comércio, da utilidade à satisfação das necessidades. Com o propósito de análise e comparação da riqueza e da performance global das políticas no espaço e no tempo para os políticos, a mídia, o mundo dos negócios, o público, a referência essencial é o conceito de Produto interno bruto (PIR). Este conceito exclui todos os processos puramente naturais e todos os bens e serviços produzidos mas não comerciáveis. Isto torna difícil a definição do limite da produção, em particular quando se trata dos serviços prestados e, de forma mais especifica, os serviços domésticos. Dado que o PIR não reflete o bem-estar nem considera a produção de serviços domésticos, recorre-se a um outro conceito: o de economia paralela, que inclui uma vasta gama de atividades, do mercado negro à atividade ilegal, até ao voluntariado e ao trabalho doméstico. No último caso, a complexidade da avaliação reside em determinar sua natureza, os modos de avaliação, a análise econômica. Também a inclusão sob o perfil de renda ampliada não resolve adequadamente o problema, porque o valor do tempo não é unívoco.

(Controle dos nascimentos e implosão demográfica; Demografia, transição demográfica e política demográfica; Família e desenvolvimento sustentável; Família e princípio de subsidiariedade; Implosão demográfica na Europa?; Novo modelo de “Welfare State”).

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.