Congressos eucarísticos devem ajudar a nova evangelização, afirma o Papa Bento XVI

VATICANO,
11 Nov. 10 / 03:19 pm (ACI).- Ao receber esta manhã os participantes na assembléia
plenária do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, o
Papa Bento XVI assinalou
que estes eventos têm também como tarefa ajudar na nova evangelização.

No discurso pronunciado ao final dos trabalhos preparatórios do próximo
congresso, que terá lugar em Dublin (Irlanda) em 2012, o Santo Padre assinalou
que “os Congressos Eucarísticos Internacionais já têm uma longa história
na Igreja. Põem de
relevo a dimensão universal da celebração: efetivamente se trata de uma festa
de fé ao redor de Cristo Eucarístico, o Cristo do sacrifício supremo pela
humanidade, na que participam fiéis não só de uma Igreja particular ou de uma
nação, mas, na medida do possível, de várias partes do Círculo. É a Igreja que
se recolhe em torno de seu Senhor e Deus”.

A tarefa dos Congressos Eucarísticos, sobre tudo no contexto atual, prosseguiu
o Pontífice, “é também a de dar uma peculiar contribuição à nova
evangelização, promovendo a evangelização mistagógica, que se cumpre na escola
da Igreja em oração, a
partir e através da liturgia. Mas cada congresso leva em si um impulso
evangelizador, em sentido mais estritamente missionário, tanto que o binômio Eucaristia-missão
entrou a formar parte das diretrizes propostas pela Santa Sé”.

“É importante que cada congresso eucarístico saiba implicar e integrar,
segundo o espírito da reforma conciliar, todas as expressões do culto
eucarístico ‘extra missam’, que afundam suas raízes na devoção popular, como as
associações de fiéis que se inspiram, com diversos títulos, na
Eucaristia”.

Finalmente o Papa indicou que “todas as devoções eucarísticas,
recomendadas e alentadas também na encíclica ‘Ecclesia de
Eucharistia
‘ e na exortação apostólica ‘Sacramentum caritatis’ devem
harmonizar-se segundo uma eclesiologia eucarística orientada para a
comunhão”.

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.