Comparado ao ano anterior, os casos de Eutanásia aumentaram em 25% na Bélgica

belgicaO site Zenit informou no último dia 03, o triste resultado das estatísticas dos casos de Eutanásia na Bélgica. Foi constatado que desde a legalização da eutanásia na Bélgica, em 2002, sobe a cada ano o número de casos registrados pelas autoridades. De 236 em 2003, chegaram a 704 em 2008. No ano passado, as autoridades belgas registraram 1.432 casos, 25% a mais que os 1.133 de 2011.

Ainda segundo a notícia as estatísticas não levam em conta as sedações terminais com doses excessivas de morfina ou substâncias similares, mas apenas as mortes praticadas em conformidade com a lei e comunicadas às autoridades competentes.

O parlamento do país considera a possiblidade de ampliar a lei e permitir a eutanásia também para pessoas incapazes de entender e querer, tais como os doentes de Alzheimer, e para os menores de idade a partir dos 15 anos.

Para denunciar a situação, um grupo de professores universitários, profissionais da saúde e advogados, de várias regiões da Bélgica e de várias posições filosóficas, lançou recentemente a campanha Euthanasie STOP.

Fonte: http://www.zenit.org/pt/articles/belgica-1-432-casos-de-eutanasia-em-2012

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.