Como preparar-se melhor?

hqdefaultComo participar melhor na Missa

Vamos começar uma série de reflexões sobre um assunto que tem uma importância capital na vida interior: Como amar e viver cada dia melhor a Santa Missa?

Com certeza, você tem esse deseja: quer participar da Missa com mais fé, com mais amor, com mais fruto. Pois bem, para isso precisamos perguntar-nos muito sinceramente: Como é que eu vejo a Missa? O que é a Missa para mim?

Talvez nos ajude a achar a resposta imaginarmos agora que já foi descoberto a “máquina do tempo”, sobre a qual fantasiam tantos romances e filmes. Ajudado pela máquina, você consegue recuar dois mil anos, e de repente se encontra em Jerusalém, no ano 33 da nossa era.

Com imensa emoção, nota que está ocupando um lugar no Cenáculo, na sala onde Jesus está nesse momento instituído a Sagrada Eucaristia, e ouve as suas palavras: <<Isto é o meu corpo, que será entregue por vós; este é o cálice do meu sangue, que será derramado por vós…>>. Simultaneamente, você se acha no Calvário ao pé da Cruz, junto de Nossa Senhora e de São João, e escuta como Jesus diz, pouco antes de para_estar_menormorrer: Tudo está consumado! E ainda, sem nenhum intervalo de tempo, você está de novo no Cenáculo e vibra com os onze Apóstolos
(Judas já se foi), radiantes de alegria porque acaba de se apresentar ali Jesus vivo, ressuscitando e lhes mostra – a você também – as chagas das mãos e dos pés, enquanto lhes diz: Não tenhais medo, sou eu mesmo!

Visto num filme, lido num grande romance, isso seria fantástico. Acontece, porem, que não estou falando nem de filme, nem de romance, nem de ficção científica. Falo de uma realidade, de uma tremenda e total realidade, que talvez você viveu muitas vezes sem reparar, por desconhecimento ou pela fraqueza da fé. Porque isso, tudo o que acabo de dizer, acontece de verdade, todas as vezes que você assiste à Santa Missa.

Retirado do Livro: Para estar com Deus

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.